Novo Mundo Goles

É tempo de Cabernet Franc!


Postada em 01/12/2021 às 14:18
Por Glaucia Balbachan


É a variedade rainha dos vinhos tintos do Loire. Bastante conhecida em fazer o papel de blends na França, a Cabernet Franc na margem direita bordalesa é a segunda variedade mais plantada ficando atrás da Merlot.

A história começa na fronteira entre França e Espanha. Conta a lenda, que a variedade foi levada por peregrinos para Bordeaux, se tornando uma parte vital da produção dos vinhos. Logo, se estabelecendo no Vale do Loire.

A Cabernet Franc é uma das 10 uvas permitidas nos famosos blends de Bordeaux. As outras 9 cepas utilizadas são: Cabernet Sauvignon, Merlot, Petit Verdot, Malbec, Carménère, Arinarnoa, Mrselan, Castets e Touriga Nacional.

No novo mundo ela veio para tornar-se varietal, chegando no Brasil em 1900. Vinhos deliciosos de Cabernet Franc também podem ser encontrados no Chile, Uruguai e Argentina.

Geralmente as notas de aromas apresentam taninos macios, muito frescor, corpo de leve a médio, aromas de frutas negras, frutas vermelhas, tabaco, violeta e pimenta preta. A harmonização com carnes assadas ou mesmo Carré de cordeiro são infalíveis.

Dia 4 de dezembro é o dia Internacional da Cabernet Franc e para festejar esse data, o caviste João F. Clemente do Caviste.Online escolheu três rótulos (França, Uruguai e Argentina), buscando a diversidade de origem e estilos como foco. Você vai se impressionar!

Guy Allion Quatre Pierres – Francês, da região do Loire onde a uva apresenta características bem diferentes de Bordeaux e dos rótulos sul americanos. Uma região que prima por uma Cabernet Franc muito fina de taninos macios. O Quatre Pierres é orgânico, um vinho produzido a partir de vinhedos antigos plantados em 1966. Nariz de boa intensidade com notas florais e frutas vermelhas que se repetem no palato. Boa acidez, corpo leve, muito equilibrado e literalmente apetitoso, taninos finos e envolventes. Passa em barricas de carvalho por nove meses, porém a madeira é imperceptível, um vinho de muita elegância mostrando bem seu terroir. Ótima companhia para carnes brancas em geral a de porco.

Dominio Cassis Reserva Roble – de Las Palomas, distrito de Rochas próximo a Punta del Este, está a vinícola, que tem uma característica única entre uma lagoa (3kms) e o mar (10kms) e produz vinhos muito bons de ótima relação PQP (Preço x Quantidade x Prazer). Este Cabernet Franc não foge à regra e é um dos meus preferidos entre os rótulos de nosso portfólio. Os vinhos se beneficiam das brisas marinhas constantes, para amenizar temperaturas refrescando as noites e ajudando na manutenção da saúde do vinhedo, que tem manejo orgânico. Consegue juntar a finesse dos vinhos do Loire e potência de Mendoza, resultando num vinho de corpo médio para encorpado com muito rico meio de boca, ótima textura e taninos aveludados. Sutis notas vegetais se mesclam com fruta madura no ponto, algum defumado e alguma especiaria. Versátil de harmonização, porém a meu ver combina bem com carnes ensopadas inclusive o Bouef Bourguignon.

Fabre Montmayou Reserva – de Mendoza, Argentina, um vinho com características mais potentes sem perder as características da uva, porém com mais extração que os demais aqui recomendados, um estilo mais robusto. Bem avaliado pela revista Decanter com 95 pontos, é figura carimbada em listas de melhores Cabernet Franc de los Hermanos. Aromas herbáceos mais presentes com notas de tomilho e orégano, frutos negros de boa intensidade. Bom volume de boca, cremoso, taninos firmes, vinho robusto encorpado com a fruta em equilíbrio com as notas vegetais, final longo e algo apimentado. A passagem por barricas de carvalho por 12 meses, deixam um retrogosto algo abaunilhado e fresco, Belo vinho que acompanha bem carnes mais gordurosas e, eventualmente, até sobremesa à base de chocolate como um mousse meio margo.

Acesse o nosso link e reserve seus Cabernet Franc: www.caviste.online

Saúde!