Novo Mundo Velho Mundo Goles

Berkmann Annual Tasting – Edição 2023


Postada em 15/05/2023 às 22:25
Por Glaucia Balbachan


No dia 8 de maio, a importadora familiar britânica Berkmann promoveu a degustação anual exclusiva de seus vinhos e o lançamento de seu portfólio no Brasil.

O tasting aconteceu na Praça São Lourenço em SP e contou com a participação dos produtores: Marichal, Niel Joubert, Champagne Testulat, Guy Allion, M. Chapoutier, Bodegas San Huberto, Famiglia Cotarela, Klet Brda, Lima Smith, Gota Wines, Bodegas Valdemar, Haras de Pirque, Serego Alighieri, Antinori e a chilena Montes, que teve a presença do enólogo e proprietário Aurelio Montes Jr., em masterclass para imprensa especializada e influenciadores digitais.

Antes de partir para a degustação de brancos começamos com o imponente Champagne Brut do produtor Testlat – um blanc de noirs elegante, fresco com notas de frutas brancas, toque floral e baunilha.

Em seguida partimos para o Friuli com o rótulo do Vintage Tunina do produtor Jermann. Trata-se de um blend de 5 uvas brancas – Sauvignon Blanc, Chardonnay, Ribolla gialla, Malvasia e Picolit. Com intensidade aromática apresenta notas de mel, flores e frutas amarelas. No paladar a acidez é deliciosa e equilibrada. É um vinho atípico que tem maturação em aço inox e carvalho. Muito Bom!

Ah... o Loire... Provamos o Sauvignon - 100% Sauvignon Blanc do produtor Guy Allion. É muito fresco e de caráter mineral. O gole desse vinho traz frutas cítricas de maçã e maracujá. É elegante e vibrante – vale a investida.

Outro branco, ou melhor dizendo “laranja”, uma grata surpresa vinda da Eslovênia. O Krasno Orange é adorável com notas de fruta branca madura como pera, ervas frescas e toque mineral. No paladar é equilibrado, com taninos leves, muito frescor com final de nozes na boca. Muito bom.

E finalizamos o tasting de brancos com a Áustria e seu Zero-G Gruner Veltliner do produtor Zero-G Wines. Com intervenção mínima na vinificação não há passagem por carvalho. Nos aromas frutas cítricas frescas e no paladar textura untuosa, muito frescor e toque mineral.

Quanto aos tintos provamos o Sul-africano Klein Kloof com um bom Pinotage equilibrado e frutado. Depois partimos para o clássico Antinori Brunello di Montalcino - Pian delle Vigne. Com aromas marcantes de frutas vermelhas, baunilha, canela e cardamomo. No paladar taninos refinados, textura sedosa e vontade de beber mais uma taça.

Em seguida descemos para o Chile com o rótulo Revoltosa do produtor Viña La Prometida. Trata-se da variedade País produzidas no Vale de Itata. De cor purpura, o vinho é uma grata surpresa no nariz e boca. Nos aromas frutas vermelhas frescas e violeta. No paladar é rico de intensidade, taninos macios e acidez equilibrada. É frutado e longo no final. Impressionantemente bom!

E fechamos o tasting dos tintos com sorriso de orelha a orelha com o Pinot Noir húngaro do produtor Sauska. Sua vinificação estagia em tonéis de aço inox e carvalho francês usado. Nos aromas frutas vermelhas como amoras, framboesas e morangos – bem típicas da Pinot. No paladar tem textura macia, delicada e super frutada, além de uma nota terrosa. Combina com cogumelos assados.

 

Serviço: Berkmann Annual Tasting edição 2023

Instagram: @berkmann_brasil

https://bwcbrasil.com.br

Foto: Berkmann