Viagens

O hotel Le Tillau no Jura pela ótica de Jean Claude Cara


Postada em 02/01/2020 às 04:06
Por Glaucia Balbachan


Por Jean Claude Cara


Quando os primeiros dias cinzas e úmidos aparecem aqui na Bourgogne, a gente já pensa rapidamente em montanha, lareira, cogumelos, comida de cassaroles, sauna, cavalos, boa manteiga alpina e porque não a primeira neve?


E foi assim nosso final de semana maravilhoso no Jura (fronteira com a Suíça), em um hotel perdido no meio de pastos à beira da floresta. Calmo e aconchegante é um chalé grande e quente, todo em madeira e quartos muito limpos.



Boa comida já a beira de aguçar a minha opinião. Em suma, tudo para passar uma estadia muito agradável. Cuidado com a estrada que sobe para o hotel é comum ver veados passando por ela. Envolvido no coração das montanhas, o Jura e seus vales profundos, se encontra o hotel Le Tillau, onde recebe você para uma estadia excepcional em ambiente acolhedor de uma antiga fazenda restaurada com modernidade e ótimo convívio.



O restaurante do hotel, Le Tillau, revisita códigos da tradicional hotelaria através de uma decoração refinada nos mínimos detalhes. Respeitando a tradição, ofereceram uma experiência única que combinou gastronomia e modernidade. Para o seu paladar, o restaurante abre suas portas para apresentar pratos criados por uma brigada jovem que passou em prestigiados restaurantes com estrelas Michelin. Inspirada nas tradições locais, suas criações destacam os tesouros da região e os produtos da estação selecionados cuidadosamente pelos produtores locais. A adega abriga as pepitas, uma seleção de ótimos vinhos, bourgognes autênticos e logicamente magníficos vinhos do Jura associados a safras raras dos melhores terroirs.



Caminhar pela manhã vendo aquela fumacinha sair pela boca, sentindo aroma dos pastos e depois passar a manteiga elaborada pelo vizinho do hotel em um pão de cereais tostado em uma sala de café da manhã aconchegante, foi uma experiência fantástica.


O Hotel le Tillau fica a apenas alguns minutos de Pontalier, cidade mais próxima, que por sinal é muito interessante para visitar e dar uma pausa para um café. Vindo para a França de Lausanne ou indo para a Suíça saindo da Bourgogne Franche-Comté é passagem obrigatória por lá.


Gilles Mony - melhor sommelier de Champagne, finaliste meilleur sommelier de France irá te ajudar a harmonizar o menu do jovem chef Gaëtan Joly te trazendo a melhor experiência de enoturismo e enogastronomia.


 


Serviço: Hotel Le Tillau


https://www.bourgognefranchecomte.com/


www.brasilbourgogne.fr


Fotos: Jean Claude Cara