Cardapios

Casa da Li traz gastronomia acolhedora e saborosamente incomum


Postada em 11/04/2013 às 12:09
Por Glaucia Balbachan











O inusitado Figo com figo

Tudo começou em casa. As mãos habilidosas de Eliane André ou Li como é chamada carinhosamente entre amigos e clientes sempre trabalharam na cozinha de sua casa fornecendo comida para restaurantes, Buffet, catering e eventos. Com a demanda de pedidos precisou de um espaço maior para dar conta do trabalho. Intensa e entregue totalmente a gastronomia, Li abriu seu restaurante há um ano e quatro meses com a intenção de ser apenas uma rotisseria. “Na verdade foram meus amigos que provocaram isso. A casa não tinha mesas e um dia um amigo meu apareceu pedindo pra comer no local - tive que improvisar e as pessoas notaram o serviço e a partir daí, começamos a ter fila de espera”, conta a cozinheira da casa.


De cor vermelha a Casa é dividida em três espaços distintos - sendo o salão principal inferior, com mesas e decoração discreta - onde também é possível fazer pedidos no balcão da rotisseria para levar para casa. Há um salão superior para eventos reservados e mesas charmosas ao ar livre na frente do restaurante. O conceito da casa é “simplesmente um lugar para dar de comer”, como conta a doce cozinheira de olhos atentos em sua cozinha.


O público assíduo do local durante a semana é em sua maioria masculina - isso por causa do menu da casa, incluindo a sexta que é o dia da porchetta - o porchetta’s day! E sábado recentemente a rústica feijoada entrou no cardápio (comida de senzala), sucesso delicioso e certeiro.

 










A estrela da casa: A porchetta

 

Quanto ao menu da Li - é enxuto e vai direto ao ponto. Uma das versatilidades da dona do restaurante é que ela não consegue ter um cardápio fixo. “Por ter um cardápio pequeno posso criar em cima dos produtos da compra do dia. Não gosto de trabalhar numa cozinha hermética e engessada - minha cozinha é mais anárquica. Gosto de trabalhar com o que tiver de mais bonito e fresco no dia - é sempre uma surpresa”, menciona a proprietária.

Movida pela paixão e inspirada na chef Roberta Sudbrack, Li não pára nunca, além do trabalho de seu restaurante, em suas horas de folga faz consultorias para outros restaurantes na cidade.

“Não há melhor prazer para um cozinheiro, que estar dentro de uma cozinha - é um lugar que me relaxa”, finaliza Eliane.

A gastronomia está no seu DNA desde pequena, com pais cozinheiros de mão cheia. Do lado de seu pai, cozinha da fazenda e do lado de sua mãe, massas italianas.  Li também se casou com um francês, que cozinhava bem, onde acabou vivendo por lá. Contudo, sua base gastronômica tem influências francesas e familiares. Na casa da Li não há processo de criação, o que acontece na cozinha de seu restaurante é a fusão de bons produtos que sempre resulta em bons pratos.

 










Rabada com polenta italiana cremosa

 

Quando a equipe do Empratado chegou à Casa da Li - fomos logo recepcionados por um couvert colorido e atraente - fatias de pão italiano, torradinhas de alho, pepino crocante, tomate seco confitado e salada de trigo - R$ 8,00. De entrada nos foi sugerido pela própria Li uma daquelas fusões de produtos que certamente será um casamento feliz e duradouro, “o figo com figo”, uma brincadeira da Li no cardápio - (são figos frescos com fígado de galinha) - fígado marinado no vinho do porto e figos grelhados delicadamente. O prato de textura leve nos apetece só de olhar, supersaboroso e aromático o prato desapareceu rápido da mesa - R$ 22,00. De principal fomos com a famosa porchetta que acompanha salada verde e pão italiano. Suculenta - a estrela do almoço faz juz a sua fama, farta e bem perfumada apresentou maciez e equilíbrio nos temperos - R$35,00.  E por fim nos chegou à mesa a rabada com polenta italiana cremosa - Prato de apresentação impecável, a polenta de consistência leve era possível sentir o sabor do milho no final e a carne da rabada estava desmanchando - todo aquele sabor passeava persistindo em ficar na boca. (é de comer rezando!) - R$ 45,00.

 

Já fazia um tempo que o Empratado namorava a idéia de conhecer a cozinheira e alquimista Li e sua gastronomia apetitosa.

 

Cozinha recheada de personalidade e paixão, calorosa acolhida, bom custo benefício e tempero sem errar a mão. É certeza de um repeteco!

 

 

Serviço: Casa da Li

Rua Aspicuelta, 23 Vila Madalena/SP

 

Tel: (11) 3871-1002

 

www.casadali.com.br

 

 

Fotos: Márcio Palermo - (Estúdio Pavão)

Bruno Pavão - www.brunopavao.com.br

 

http://pavaophoto.wordpress.com