Cardapios

O SAL de Henrique Fogaça oferece entradas apetitosas na linha de gastronomia contemporânea


Postada em 12/04/2013 às 11:42
Por Glaucia Balbachan



 Comida, Diversão e Arte!


 

 Ousadia, paixão e muita dedicação imprime uma identidade saborosa ao Sal Gastronomia, que funde cores e sensações. Diminuto e despojado, o Sal de Henrique Fogaça traz nuances de produtos em pratos com apresentação saborosa e impecável. Localizado no bairro de Higienópolis, o Sal tem entrada inusitada - se entra pela lateral da casa até chegar aos fundos, onde você é surpreendido por uma descolada galeria de artes, logo em frente com o restaurante.

 










Salada figo do Sal

 

 Com sete anos de existência, tudo começou com alguns lanches e pequenos pratos. Hoje as refeições ganham uma pegada mais contemporânea para nenhum gourmet botar defeito. Intimista, o restaurante é pequeno e envolvente - perfeita combinação para uma atmosfera descontraída e musical. A casa conta com um longo sofá de cor mostarda que acompanha oito mesas. No mesmo salão é compartilhado o balcão, a cozinha aparente, colmeias de vinho e iluminação confortável. Há opção de comer nas mesas ao ar livre.

 

O perfil da clientela é variado. É possível encontrar de executivos a artistas, por causa da galeria artística. Para o chef Henrique Fogaça o processo de criação vem de seu feeling. “Sou autodidata. Gosto de trabalhar muito com as cores - comemos com os olhos, não é? Depois, procuro os ingredientes que mais combinam e vejo depois o sabor. Lógico é que necessário coerência, mas o essencial é o visual”, comenta o chef do Sal.

 










Salada quente

 

O objetivo é trazer sempre uma novidade apetitosa. Segundo Fogaça o restaurante pequeno com é, facilita coordenar a cozinha, o serviço e atendimento. Envolvido com a gastronomia há 11 anos, o chef do Sal, conta que sempre gostou de gastronomia, porque adora comer. “Sou de Ribeirão Preto e quando vim para São Paulo, a vida foi me encaminhando naturalmente para a cozinha e hoje não consigo sair mais dela”, conta Fogaça.

 

 O menu é enxuto e vai direto ao ponto. Peixes, frutos do mar, massas e carnes são ponto forte. Por sugestão do chef, “empratamos” três entradas atraentes para começar bem o dia ou noite. Começamos com a salada figo - rúcula, mussarela de búfala, presunto cru, balsâmico de framboesa e figos frescos - R$ 28,00. Leve e colorida, a salada ganha presença marcante e supersaborosa pelo balsâmico de framboesa, com sutil sabor adocicado.

 










  Siri mole da casa

 

Já para os dias um pouco mais frios a dica é uma salada quente composta por aspargos, shimeji, vagem, broto de rúcula e beterraba em creme de queijo - R$ 21,00. Prato aromático, o creme de queijo permeou todos os ingredientes ao ponto. Por fim, fechamos com o crocante e perfumado siri mole - R$30,00. Onde o tempero que batiza a casa esteve equilibrado em todos os pratos.

Entradas coloridas e aromáticas, presença de temperos suaves, textura e brilho. Certamente voltaremos.

 

Mercado

Não poderíamos sair do Sal, sem perguntar sobre o sucesso que foi o evento gastronômico o Mercado. O Chef Henrique Fogaça nos disse, que tudo começou com um convite há um ano atrás vindo do chef Checho Gonsales. Fogaça aceitou e o local escolhido foi o Sal. A divulgação em redes sociais e imprensa trouxe muita gente, a fila era longa e 1300 pessoas conseguiram entrar. O trabalho seguiu até de manhã. O intuito era único: democratizar a gastronomia com comida barata, boa e diferente na madrugada. A ideia é para mudar o conceito cultural gastronômico. Tal evento acabou refletindo os “Chefs na rua” na Virada Cultural. Que foi um sucesso, isso não há dúvidas, mas o que o Chef Henrique promete são novidades com novas edições do “Mercado” na cidade, portanto é aguardar!

 

 

 

Serviço: Sal Gastronomia

 

Rua Minas Gerais, 352 - Higienópolis/SP

 

Tel: (11) 3151-3085

 

www.salgastronomia.com.br

 

Fotos: Márcio Palermo - www.marciopalermo.com.br

 

Bruno Pavão - Estúdio Pavão - www.brunopavao.com.br

 

http://pavaophoto.wordpress.com