Novo Mundo

Uruguay Wine Tour: O vinho uruguaio caindo na graça do brasileiro


Postada em 21/07/2019 às 18:43
Por Glaucia Balbachan


É impressionante a evolução do Uruguai na produção de vinhos. De 15 anos pra cá, o salto foi alto e certeiro. A cada safra, o resultado dos vinhos ganha elegância marcante, tornando-se encantadores.


As exportações para o Brasil cresceram mais de 30%, e isso só reforça a qualidade exponencial da bebida, onde a variedade Tannat reina como ícone no país. Com seus vinhos em tamanha evidencia, agora é possível conhecer um pouco mais sobre o universo dos vinhos uruguaios por meio do canal Food Network, na série “Uruguai entre vinhedos”.



Nesta edição de 2019, o Hotel Renaissance serviu de palco para o evento uruguaio, que contou com duas distintas masterclasses que ganharam os temas: Identidade e Diversidade do Uruguai, na presença dos produtores: Ariano, Artesana, Bouza, Bracco Bosca, Casa Grande, Cerro Chapeu, De Lucca, El Capricho, Est. Juanicó – Familia Deicas, Familia Traversa, Finca Bonarda, Garzón, Giménez Méndez, Marichal, Montes Toscanini, Pisano, Pizzorno, Spinoglio, Toscanini e Hijos, Varela Zarranz, Viña Edén, Viña Progreso , Viñedo de lós Vientos e Antigua Bodega Stagnari que nos encantou desde sua amostra na masterclass.



Tannat – A identidade do Uruguai, masterclass apresentada pelo mais importante sommelier uruguaio, Federico de Moura nos apresentou um belo flight de 14 vinhos que mesclaram estilos de trabalhos clássicos e modernos de vinificação.


Em 1877 a produção de variedade mais importante a Tannat, começou no Uruguai com geografia atípica que traz clima e altitude marítima apresentando vinhos com personalidade única. Com o solo de calcário e areia a “rainha uruguaia” chegou ao Brasil para conquistar seu espaço.


Marcas já conhecidas por aqui como: Garzón ( importado por World Wine), Pizzorno ( importado por Grand Cru), Bracco Bosca (importado por Domno), El Capricho e Família Deicas (importado por Interfood) apresentaram suntuosamente seus melhores rótulos na feira logo após da masterclass. Mas ainda sim, a boa novidade ficou por conta do produtor Antigua Bodega Stagnari que chega ao Brasil pelas mãos do importador Folks Wines.





 


Três vezes Tannat



Provamos o Antigua Bodega Il Nero 2011, na masterclass. Foi o ultimo vinho do flight e o mais encantador. Elaborado com 100% variedade Tannat, o vinho mostrou boa evolução em garrafa. Complexo traz frutos negros maduros como: cassis, amora, mirtilo e ameixa preta, alem de especiarias como pimenta preta, baunilha, cacau, chocolate e café. Na boca é intenso com taninos e acidez equilibrados, notas defumadas e final delicioso. Impressionantemente bom.



Do mesmo produtor conhecemos outro Tannat. Outra proposta, um vinho moderno e jovem – fácil de tomar e fácil de gostar. O Bella Donna 2017. Trata-se de um vinho onde a fruta esta em evidencia. No nariz frutas vermelhas maduras e toque de menta. Na boca tem volume, acidez gostosa e taninos macios. Chegou pra ficar!



Outra amostra do Antigua Bodega foi o Tannat Osiris Reserva. Com passagem por 12 meses em carvalho americano, o vinho estar refinado e saboroso, onde madeira e fruta estão em plena harmonia. No nariz mirtilo, amoras, ameixas e framboesas, além de toque floral de violeta. Na boca taninos maduros e macios, acidez na medida certa, persistente e de longo final. Vale a investida.


 


Serviço: Uruguay Wine Tour 2019 - SP


www.uruguay.wine


https://www.antiguabodegastagnari.com.uy/


https://www.folkswine.com.br/


Fotos: Site Empratado