Goles

O Grand Cru do Maipo Andes: O vinho e o terroir da Gandolini Wines no Chile


Postada em 30/04/2017 às 19:24
Por Glaucia Balbachan


Foto: Gandolini Wines


Estamos em Maipo Andes – Local que faz parte da formação de três importantes comunas no Vale do Maipo. Conhecida como um dos melhores terroir para o cultivo de Cabernet Sauvignon, no Chile. Com vista impressionante a vinícola Gandolini está apenas há 2 km das Cordilheiras dos Andes.



Para entender mais sobre o assunto, a conversa foi entre os vinhedos de Cabernet Sauvignon na presença do proprietário e enólogo Stefano Gandolini, que nos colocou dentro de uma calicata para mostrar detalhadamente sobre o solo do qual seus vinhedos estão plantados. No caso da Cabernet Sauvignon é uma variedade que gosta do calor, mas não em demasia e gosta do clima mais fresco durante a noite”, menciona o enólogo.



Na calicata Gandolini nos apresenta um solo específico – há muitas raízes, pedras de rio, areia e muita argila, que compõe o solo único da Viña e a cepa absorve todos esses nutrientes.


Foto: O jornalista Beto Duarte e o enólogo Stefano Gandolini


Cada planta produz 1 kg de uvas e para produzir uma garrafa é necessário o cultivo de duas plantas. Os cachos são pequenos e com muita concentração.


Foto: O proprietário e enólogo Stefano Gandolini


O projeto da vinícola começou em 2000, Na mesma propriedade se plantava batatas antes das uvas e calicatas foram abertas em todo o terreno para conhecer o solo.



Depois da compra da propriedade, Stefano nos conta que teve que esperar 10 anos pra realmente a trabalhar com a vinificação. “Para ter um bom vinho é necessário tempo para que a planta amadureça no solo. Nos primeiros anos temos bons vinhos, mas não grandes vinhos com complexidade”, conta Gandolini.



Em 2011 Stefano se associou a um empresário chileno e funda a vinícola Gandolini Wines. Stefano ainda conta que: “Vinho é tempo é paciência e com bom solo, bom terroir, fermentação longa, 2 anos de envelhecimento em barrica e mais um ano na garrafa, o vinho sai para o mercado – são longos projetos de vida e nossa primeira venda se deu em 2014”.



Um dos segredos fundamentais na hora da vinificação é a colheita, que é feita a mão e logo cedo, a fruta precisa estar fresca ainda para chegar aos tanques. Tudo é fermentado separadamente e para o envelhecimento o vinho vai para barricas de carvalho novas.


No tasting conhecemos a linha Las 3 Marias um Cabernet Sauvignon de qualidade superlativa e que nos impressionou principalmente na alta intensidade aromática. O nome do vinho é uma homenagem as três Marias da vida de Stefano – sua avó, sua mãe e sua esposa – todas Marias.


Encantador nos aromas e paladar o rótulo delicado que traz uma mulher e um pássaro teve nota de 93 pontos pelo conceituado Guia chileno Descorchados de 2017. Provamos duas garrafas e a safra de 2012 foi uma boa surpresa tanto no nariz quanto na boca.



Com passagem por 21 meses em carvalho francês, o Cabernet Sauvignon de Gandolini é complexo, vivo, fresco, frutado em especial frutas vermelhas, cassis, além de menta, tostados, cacau e notas de violeta. Na boca é equilibrado, encorpado, gastronômico, com taninos aveludados e final longo e marcante. É um belo vinho. Tem que provar! Teor alcoólico - 14% (importado pela wine % Co).


Trata-se de um vinho de terroir, que fala e reflete do local de origem. Que expressa caráter e essência, além de fruta nítida, equilíbrio e vivacidade. Vão ainda falar muito desse vinho.


 



Serviço: Gandolini Wines


D.O Maipo Andes – Cabernet Sauvignon – Chile


www.gandolini.com


Importador no Brasil – wine & Co.


Rua General Eloy Alfaro, 28/32


www.wine-co.com.br


Fotos: Site Empratado