Beto Duarte

O Tannat Mais Velho do Uruguai: Uma Joia do Vinhedo Cerro Chapeu

Cerro Chapeu: Pioneirismo e Tradição em Dois Países


Postada em 16/04/2024 às 12:22
Por Beto Duarte


No coração do Uruguai, em meio a colinas onduladas e vinhedos verdejantes, encontra-se o Vinhedo Cerro Chapeu, lar do Tannat mais antigo do país. Com mais de um século de história, este vinhedo icônico é um testemunho do pioneirismo e da paixão que moldaram a indústria vinícola uruguaia e argentina.

Fundado em 1908 por Pascual Harriague, Cerro Chapeu foi pioneiro no cultivo da uva Tannat no Uruguai. Esta variedade tinta, originária do sudoeste da França, encontrou um lar ideal no solo fértil e no clima temperado da região. Ao longo dos anos, o vinhedo expandiu-se e tornou-se uma referência para a produção de vinhos Tannat de alta qualidade.

Uma das joias da coroa de Cerro Chapeu é seu vinhedo centenário, plantado em 1915. Essas videiras antigas produzem uvas concentradas e complexas, que dão origem a vinhos Tannat excepcionais. Com taninos firmes e sabores frutados intensos, estes vinhos são um deleite para os amantes de vinhos tintos encorpados.

Além de seu legado no Uruguai, Cerro Chapeu também desempenhou um papel fundamental no desenvolvimento da indústria vinícola argentina. Em 1950, a família Harriague estabeleceu um vinhedo em Mendoza, Argentina, introduzindo a uva Tannat naquele país. Hoje, a Argentina é um dos principais produtores de Tannat do mundo, e Cerro Chapeu continua a ser uma força motriz por trás do sucesso desta variedade.

O Vinhedo Cerro Chapeu é um símbolo do pioneirismo, tradição e excelência na produção de vinhos. Suas videiras centenárias e seus vinhos excepcionais são um testemunho da paixão e dedicação que moldaram a indústria vinícola em dois países.