Pratologia

História do Escargot


Postada em 01/04/2013 às 15:12
Por Glaucia Balbachan



 Do latim – Helix, que significa aspiral, hélice.  Degustar a carne de escargots é uma questão de paladar. E também de vencer preconceitos. Curiosos podem ter acesso ao conhecimento e a informação sobre as qualidades inegáveis dessa delícia de estranha forma e comportamento.


 

Os  famosos caracóis

Na natureza, ele surgiu antes do homem. Desde a pré-história o homem vem consumindo escargots, como atestam achados arqueológicos no norte da África e Europa.

Os romanos, desde o século IV antes de Cristo, também se alimentavam de escargots, não porque era uma iguaria sofisticada, mas porque não havia o que comer, a miséria era grande. Diz à lenda que, os romanos durante suas campanhas de conquista da Europa, levavam escargots para serem abatidos e consumidos durante as comemorações de vitórias em suas batalhas. No período da Idade média na França, os escargots eram estocados nos conventos para serem consumidos nos períodos de escassez de víveres. Existem também relatos de que marinheiros franceses, espanhóis e portugueses levavam os escargots em toneis de madeira, durante as viagens, a fim de consumi-los como carne fresca. De fato, esses caracóis começaram a serem apreciados pelos europeus.

A palavra escargot apareceu na França, no século XVI.

Na África, o escargot entra nas preparações mágicas relacionadas à potência e a fertilidade masculina, o mesmo ocorreu no Brasil, nos rituais de umbanda, também relacionados à sexualidade e á potência masculina.

Esse animal tão esquisito, símbolo da gastronomia francesa, rapidamente extrapolou fronteiras, alcançando o paladar internacional. Mas, somente no final dos anos 70 e início dos anos 80 é que a criação de escargots se expandiu com a finalidade comercial, graças ao trabalho de alguns aficionados. Dentre eles o engenheiro agrônomo e produtor rural Carlos Alberto da Fonseca Funcia, que começou a colocar a mão na massa em trazer essa iguaria tão famosa, e antes alimento de sobrevivência para o Brasil.