Cardapios

Robin Des Bois: Bistrô atrai pelo bom tempero e atmosfera de Sherwood


Postada em 15/04/2013 às 22:29
Por Glaucia Balbachan


 De Nottingham para Pinheiros!


 

Já se percebe a proposta da fachada do bistrô. Paredes de tom verde escuro, utensílios de metal de outras épocas, muita madeira e plantas - tudo a caráter, que remete a sensação de estar em uma taverna medieval. A decoração foi pensada no intuito de acomodar e atrair como um alvo, os olhos curiosos nos objetos expostos na casa e apetecer o paladar com a culinária francesa do local.

 










O clássico belga Moules et frites do Robin Des Bois

 

Composta por quatro ambientes distintos, a casa que foi batizada com o nome do famoso personagem que roubava dos ricos para dar aos pobres – Robin Hood, ou na versão francesa – Robin des Bois. Na entrada o salão principal com balcão rústico, logo se vê o segundo salão mais ao fundo com iluminação baixa e um bar, depois um jardim vertical encantador que lembra a floresta de Sherwood e um terraço charmoso com mesas ao ar livre – que é permitido fumar. 

 










Costeleta de Javali com Risoto de castanha do Pará

 

Com cinco anos de vida em SP, o Bistrô Robin Des Bois começou no bairro do Brooklin nos Estados Unidos como um antiquário, que acabou se tornando um bistrô despojado e descontraído. O idealizador é o norte americano Bernard Decanali, que conheceu o proprietário e sócio, Otávio França – brasileiro, que na época cursava hotelaria em NY e que acabou trabalhando no bistrô de Bernard. “Descobri a gastronomia na hotelaria e passei por todas as etapas no Robin des Bois de NY – desde o atendimento no salão até cozinha e administração da casa. Como estava envolvido com o bistrô e Bernard era casado com uma brasileira, logo comecei a desenvolver a idéia de trazer o estabelecimento para o Brasil”, comenta o proprietário da casa - Otávio França. 

 










O delicado Creme Brulée da casa

 

Apaixonado pela gastronomia e de olhos bem atentos ao cenário gourmet atual, Otávio aplicou no início alguns pratos do menu do bistrô de NY no de SP, depois, foi aprimorando os sabores franceses  com pitadas mais brasileiras. A casa tem dois menus – almoço e jantar. No almoço o meu é mais enxuto e certeiro, já o menu do jantar traz do clássico francês como quiches e queijo de cabra ao exótico como carnes de caça. O cardápio do jantar é democrático e atende a todos os tipos de fome; desde hambúrgueres e porções de queijo até canapés bem acompanhados de cervejas especiais no happy hour. Ou para quem vem para jantar, pratos generosos no tamanho e sabor, como clássicos de Steak tartar, Magret de pato ou Cassoulet. E no quesito sobremesa, nada mais provensal que um tentador prato de queijos com geléia de abacaxi, entre crepes e tartes na seguência. No almoço também é servido os pratos do jantar.

 










Um dos ambientes despojados do Bistrô com decoração medieval  - Robin des Bois

 

O público habitué da casa é bem variado, vai desde grupo de amigos até famílias. O bistrô segue uma linha de trabalho de raiz francesa que funde ao contemporâneo. “O maior objetivo é fazer com que as pessoas queiram voltar para cá. Seguimos uma receita que foca o serviço, atendimento, conforto e comida. A energia e a atmosfera do local costumam ajudar as pessoas a voltarem”, conta França. 

O menu é democrático e vai direto ao ponto. Antes da escolha dos pratos, a casa dispõe de couvert e água no almoço. Começamos com o clássico Moules et frites, que vem em duas versões – pequena R$ 31,00 e grande R$ 48,00. O Prato típico da Bélgica que acompanha molho clássico Robin des Bois (creme de leite, vinho branco e tomate), apresentou-se farto e supersaboroso, onde o molho de tempero equilibrado agregou ainda mais sabor nos mexilhões. As fritas sequinhas e pães são boa pedida para aproveitar o molho no final da panelinha. Em seguida partimos para as carnes de caça – Costeleta de Javali – R$ 30,00 com a guarnição de risoto de castanha do Pará – R$18,00 (no menu há outros acompanhamentos para escolher com a costeleta de javali). O prato aromático e de diferentes texturas chegou bem servido na mesa. Carne de sabor persistente e bem passada com pouca proporção de gordura fez um par perfeito com o risoto de castanha do Pará cremoso e crocante. A costeleta permeou bem o paladar suave do arroz – no alvo! Para finalizar, voilà - Um creme brulée impecável - R$ 16,00.

Olhando o menu de bebidas, o Bistrô é eclético nos vinhos, são vários países incluindo, França, Espanha, Brasil e Itália. Há uma lista de boas cervejas, chopps e drinks.

 

Boa energia, conforto, gastronomia com identidade e preço que não machuca no bolso. Touché!

 

Serviço: Robin des Bois

Rua Capote Valente, 86 – Pinheiros/SP

Tel: (11) 3063-2795

www.robindesbois.com.br

Fotos: Márcio Palermo – www.marciopalermo.com.br