Goles Novo Mundo Velho Mundo

Encontro Mistral 2016: Os pontos altos do suntuoso evento de vinhos


Postada em 20/06/2016 às 13:00
Por Glaucia Balbachan



É apropriado dizer que a edição de número 8 do Encontro Mistral em São Paulo, teve grandioso êxito de organização. Nos dias 6 e 7 de junho aconteceu o encontro de centenas de rótulos do velho e novo mundo, do qual todos os ingressos foram vendidos com antecipação. Já era possível prever o sucesso do evento.



Nessa edição de 2016, foram 78 vinícolas de 15 países com a presença de seus enólogos e produtores das marcas mais importantes do vinho no mercado – a vinda deles no evento foi como a “cereja do bolo”. Nomes que disputaram a atenção dos presentes foram: Dominic Symington, Alejandro Vigil, Florent Baumard, Andrea Leon, Paolo Coppo, Jean Louis Despagne, Daniel Pisano, Luis Pato entre grandes outros profissionais do vinho, que abrilhantaram a feira com suas marcas.
Começamos com os Brancos da região da Borgonha do produtor Joseph Drouhin, que estavam incríveis como de costume. Em seguida partimos para algumas novidades lançadas no Encontro Mistral como:


A vinícola grega Gaía



Dois vinhos muito vibrantes apresentados pela diretora da vinícola Thalia Tatari foram - O Branco Thalassitis safra 2013 e o vinho de sobremesa Vintosanto safra 2002.
O Thalassitis é um vinho atraente. A casta usada é Assyrtiko, que dá caráter que surpreende na mineralidade. É fresco de corpo médio, passa por cubas de aço inox e os aromas de frutas e flores brancas são bem marcantes. Lembram bem pera e abacaxi. Perfeito para tomar a qualquer hora. US$58.90.
O Vinsanto safra 2002 é um achado aos apreciadores de late harvest. É um vinho doce equilibrado no açúcar com acidez saborosa. Elaborado na região de Santorini, as uvas utilizadas para o vinho é Assyrtiko, Athiri e Aidani. Após a colheita manual, as uvas são deixadas desidratar parte no sol e parte na sombra. Já a fermentação acontece em cascos antigos. A textura do vinho é licorosa, aromática com notas de passas, nozes e tâmaras. US$129.00.



Da Grécia partimos para o produtor Português Luis Pato, que trouxe dois vinhos criativos; Um vinho tinto com uva branca e um vinho doce tipo ice wine. Esse vinho ganha o nome de Abafado Molecular branco – safra 2009. O vinho recebe este nome para harmonizar com a cozinha molecular inspirada pelo chef Ferran Adrià. As castas Bical, Cervial, Sercialinho e Baga são produzidas a partir do congelamento como no método do Ice wine, só que na técnica molecular. A fermentação do mosto é interrompida (abafada) recorrendo à refrigeração. Os aromas são de frutos secos, baunilha e boa mineralidade. Na boca é untuoso, fresco com geleia e compota no final. Impressionou. US$62.90
A criação do Fernão Pires é interessante. É um vinho tinto feito com uva branca. O Processo começa com 94% da casta Fernão Pires e de 6% de Baga. A Polpa de Fernão Pires e as peles da Baga fermentam juntas durante 10 dias para dar a coloração desejada. Um tinto leve, gostoso para tomar desacompanhado de comida. É fresco, frutado e aromático. Sem erro! US$ 49.90.



De Portugal partimos para a Espanha com o produtor da Finca Antigua e o seu kit de vinhos. É uma caixa onde os vinhos são apresentados na forma de sticks. Cada “tubo de ensaio” tem 100ml de vinho. São cinco uvas diferentes como: Tempranillo, Cabernet Sauvignon, Garnacha, Merlot e Syrah no valor de R$ 429.42. Ideia boa para aproveitar nos picnics, festas e parques.



Ainda na Espanha um Branco e um tinto que chamaram a atenção pelo sabor, elegância e preço. O Finca Antigua Blaco safra 2010 da Bodega Família Martinez Bujanda e o Posadas Viejas safra 2012 dos Cosecheros & Criadores. O Finca Antigua Blanco é 100% casta Viura, onde a fermentação e maceração acontecem no período de 24 horas, depois passa por 4 meses sobre as borras. É uma delícia – é fresco, seco, com corpo médio e bem aromático com final persistente de frutas amarelas – como pêssego. US$31.50
O Posadas Viejas – safra 2012 é um achado por US$ 11.50 dolares. O vinho é redondo e fácil de beber. Com 100% Tempranillo, passa por 6 meses em barricas de carvalho americano. É um vinho vivo, com notas de frutas vermelhas e ameixas frescas. Tem corpo médio e bom preenchimento de boca. Boa acidez que te convida a beber mais uma taça.



Da Espanha voltamos para Portugal novamente com o lançamento de um Rosé e um Branco do produtor Quinta da Lagoalva de Cima. Ambos leves e de acidez relevante. Está pronto para o consumo. De castas diversas, o Branco tem notas cítricas, casca de limão e maça verde – te faz salivar sugerindo mais um gole – delicioso e com bom preço– US$ 17.25. O Rosé é também elaborado com castas diversas. Os aromas reservam framboesa e morangos. É equilibrado, fácil de beber e fresco. Tem que provar! US$17.25.


 Serviço: Encontro Mistral 


Importadora de Vinhos
Rua Rocha, 288 – Bela Vista/SP
Tel: (11) 3372-3400
www.mistral.com.br


Fotos: Divulgação