Goles

Guia Descorchados 2017: Destaca os melhores do Chile, Brasil, Argentina e Uruguai


Postada em 18/04/2017 às 10:22
Por Glaucia Balbachan


Os melhores da América do Sul



Um dos melhores eventos de vinhos no Brasil reuniu produtores, enólogos, enófilos e apaixonados por vinho, no último dia 11 de abril no Espaço Traffô na Vila Olimpia- SP.


O Guia Descorchados 2017 que chega a sua 19ª edição, onde teve mais de 2.500 vinhos avaliados, resultou em mais um anuário de mais de 1000 páginas com os melhores rótulos dos países: Argentina, Brasil, Chile e Uruguai.


O responsável e idealizador dos Descorchados, o jornalista chileno Patrício Tapia trouxe novidades, lançamentos e a grandiosidade de clássicos já reconhecidos no mundo do vinho.


A feira serviu de palco para apresentação de grandes vinhos e de encontro de pessoas em volta do vinho. O lançamento dos Descochados 2017 trouxe a possibilidade de encontrar enólogos e produtores e poder ainda ter uma conversa rápida em meio ao evento tumultuado e de boa energia. Quando se fala em Descorchados sempre gera uma grande expectativa – um consenso comum, onde se agrega novidade e aprendizado sobre um novo jeito de fazer vinho.


Começamos com o Lançamento de uma das autoridades no Chile – Almaviva 2014. Blend de Cabernet Sauvignon, Carmenère, Cabernet Franc e Petit Verdot. Com passagem por carvalho francês está frutado, concentrado e com taninos aveludados – nunca decepciona.



Depois partimos para uma novidade da região do Maipo no Chile – o Cabernet Sauvignon do produtor e enólogo Estéfano Gandolini com as suas três Marias. O mesmo nome que esteve no tasting especial de Tapia. O vinho nos impressionou no nariz e boca. Encorpado traz cassis, frutas vermelhas e toque de menta. Ainda vão escutar falar bastante dele. Valor sugerido: R$ 490,00 – importado pela wine & Co. – www.wine-co.com.br



Outra boa novidade foi a acidez deliciosa da Azuda Garnacha do produtor chileno Clos de Luz. O vinho ainda não está no Brasil, mas chega no segundo semestre pela wine & Co. 100% Garnacha foram produzidas apenas 400 garrafas. Uma delicia! Valor sugerido: R$140,00.



A Bodega RE do expert Pablo Morandé trouxe um corte bem refrescante de Gewürztraminer e Riesling conferindo um Rosé frutado, equilibrado e leve. O RE Enredo 2015 traz aromas de gengibre, lichia e maçã. Ótimo trabalho. Valor sugerido: R$ 479,00. Importado pela Grand Cru. www.grandcru.com.br



O Cabernet Sauvignon Dolmen do produtor Santa Carolina foi outra boa surpresa no quesito acidez destacada, frescor e fruta. Da região do Alto Cachapoal, ainda não está no Brasil e é importado pela Casa Flora. www.casaflora.com.br



Ainda falando em frescor e boa acidez, o Gran Enemico de Alejandro Vigil é um bom exemplo de referencia de Cabernet Franc na região de Mendoza. É gastronômico, mas vale tomar sozinho também. Importado pela Mistral. www.mistral.com.br



Entre os brasileiros os destaques ficaram com a Casa Valduga com o espumante 130 Brut Blanc de Noir 2013, o Terroir Nature 2011 de Mario Geisse e as borbulhas elegantes do Nature do produtor Pizzato do Vale dos Vinhedos no Sul. Praticamente todos os espumantes de Jane Pizzato tiveram pontuação firmando a qualidade exponencial de seus espumantes. Sempre especial. www.pizzato.net



Chileno e importado pela Cantu, a Viña Ventisquero lançou o - Reserva Alma de los Andes do enólogo Felipe Tosso – É um blend de Moscatel e da cepa quase extinta pelos produtores de vinho a País, que confere frescor, leveza e frutas vermelhas em combinação equilibrada. 99% das uvas da Ventisquero são de vinhedos próprios. E o projeto com a uva Pais (que antes foi a variedade principal no Chile), também existe para manter algumas vinhas velhas. O produtor paga três vezes mais para manter essas vinhas. www.cantuimportadora.com.br


 



Por fim o Tinto mais pontuado por Patricio Tapia no guia. Com 99 pontos o Seminare malbec 2015 do produtor Gen del Alma (Argentina), atraiu por sua estrutura, sabor destacado de frutas vermelhas e notas florais, onde no paladar traz hedonismo, contrastes e texturas, que foge de um malbec comum. O trabalho segue filosofia orgânica ou biodinâmica na sua maioria. É delicioso. O responsável pelo vinho é Gerardo Michelini – irmão de Matias Michelini. Outro vinho que ainda vão escutar certamente por aí.



 


 Serviço: Guia Descorchados 2017


Para adquirir o Guia acesse: www.lojainner.com.brou informações pelo e-mail: [email protected]


Valor sugerido: R$ 139,00


www.guiadescorchados.cl


Fotos: Site Empratado