Goles

Viagem ao Chile: O Escudo Rojo de Baron Philippe de Rothschild no Maipo


Postada em 08/05/2017 às 00:55
Por Glaucia Balbachan


O Maipo e seu solo incomparável



A marca francesa Baron Philippe de Rothschild se instalou no Vale do Maipo em 1990 e de lá pra cá cada vez mais solidifica suas tradições de vinificação francesa em solo chileno.


 Foto: O enólogo chefe Emmanuel Riffaud


Em 1999 nasce o Escudo Rojo de Baron Philippe de Roschild no Maipo. Atualmente a viña tem 60 hectares, mas conta com outros vinhedos como em Talca na região do Maule, Casa Blanca e Viña Maipo no Vale do Maipo.



Á frente da vinícola está o enólogo chefe Emmanuel Riffaud, que nos conta um pouco sobre a marca francesa no Chile. “O nome Escuro Rojo significa na língua espanhola Rothschild. É a mais importante marca de confiança. A filosofia é de terroir chileno com estilo de vinificação bordalesa. Entre as parreiras há vinhas plantadas desde 2003 e 1997.”, menciona Riffaud.


A área da vinícola soma 60 hectares e as castas principais cultivadas são: Cabernet Sauvignon e Syrah por causa das condições do solo. O processo de vinificação é feito como nos chateaux franceses, contudo, aconteceram adaptações para preservar a integridade das uvas. No processo de colheita as uvas vão chegando e o trabalho é feito por sistema informatizado e cada parcela de uva que chega na bodega fica registrado. A tecnologia de ponta ajuda na organização, que pode ser controlada por tablet ou telefone celular.


Dentro da Bodega



O conceito de tecnologia e tradição caminham juntos. Desde o processo de seleção que é bastante tradicional até o uso das prensas que são típicas no Chateau Mouton Rothschild.



Recém chegadas da colheita, as uvas entram pela parte de cima da bodega e vão descendo pouco a pouco direto para as cubas. Há uma pré-fermentação a frio (entre 5º e 6º C), para ser obtida toda fruta que se necessita. Em seguida acontece o método tradicional de fermentação mais clássico, bem aos moldes de um château. Todos os dias são feitas degustações direto das cubas durante a vinificação.




No local a tecnologia acompanha a produção no engarrafamento, na introdução das capsulas e rótulos. A linha de produção é organizada e permite o processo com tecnologia até que as garrafas se encontrem embaladas dentro das caixas.



Em degustação apresentada por Emmanuel Riffaud, tivemos uma aula de história sobre a família Rothschild e sua trajetória até chegar com sua filosofia e paixão por vinhos no Chile. Em seguida nos foi apresentado os rótulos para a degustação. Uma das características mais importantes dos vinhos da Escudo Rojo é a personalidade que o vinho traz. Com estilo francês começamos com o Escudo Rojo Sauvignon Blanc 2016.



Expressivo nos aromas o Branco traz frutas vermelhas, frescor e mineralidade. No paladar acidez marcada e saborosa com maçã verde no final.


Em seguida chegou o Escudo Rojo Rose - Safra 2016. Frutas vermelhas, mineralidade e notas florais fazem parte dos aromas deste Rose com tons salmão na cor. Na boca é bem refrescante com morango fresco, delicadeza e final marcante.


Entre os tintos o Escudo Rojo Syrah – Safra 2015 traz alta intensidade aromática de frutas vermelhas, notas de tabaco e tostados. Na boca é agradável, fácil de beber e com taninos macios.


Por fim o Escudo Rojo Carménère – Safra 2015 é elaborado de terroir distintos, que nos confere frutas negras, tostados, cacau e notas herbáceas leves nos aromas. Na boca é equilibrado, saboroso com taninos suaves, frescor e vontade de tomar mais uma taça.



Serviço: Baron Philippe de Rothschild Maipo Chile


Escudo Rojo


Valle de Maipo - Chile


www.bpdr.com


No Brasil: Empório Santa Luzia


www.santaluzia.com.br


Fotos: Site Empratado