Goles

Vinílico: Festival faz fusão certeira de vinho, música e venda de vinis


Postada em 06/11/2017 às 09:19
Por Glaucia Balbachan


Trata-se de uma feliz ligação entre música, vinho e venda de vinis raros num único espaço. O primeiro Vinílico propôs o consumo em conjunto da boa música e da leveza de degustar vinhos na companhia harmônica dos queijos da Serra das Antas e Três Ovelhas.




A experiência agradável que reuniu pessoas do mundo da música e amantes de vinho foi a “cereja do bolo” do evento. Entre pocket shows de artistas independentes e venda de discos, o vinho garantiu frescor na tarde quente do último dia 21 de outubro em SP, onde o Unibes Cultural serviu de cenário para estreia do festival.



O idealizador do Vinílico é o produtor musical e expert em vinhos Mauricio Tagliari, que pôde combinar o melhor de seus mundos: a música e o vinho para serem aproveitados sem pressa e confortavelmente.



Entre os artistas que protagonizaram o evento estiveram presentes: Lulina, Laya, Anna Tréa, Marco Matolli e coletivo MBeji. Já os rótulos presente: Miolo, Aurora, Quinta da Companhia, Mistral, Vinci e La Pastina.



Como num teatro de arena, espreguiçadeiras, puffs e bancos foram posicionados em formato de meia lua para os shows. Vinhos como o brasileiro Seival Alvarinho do produtor Miolo harmonizou bem com as musicas também brasileiras. 100% Alvarinho da Campanha Gaúcha, o vinho branco foi uma boa surpresa. Com passagem de 10 meses em carvalho francês, traz notas de frutas amarelas como: nectarina, pêssegos e damasco. É fresco com estrutura, sabor, maciez e final marcante. R$ 102,32 no site da miolo - www.miolo.com.br



Outro rótulo brasileiro que pôde refrescar o evento foi o novo Rosé reserva Merlot da vinícola Aurora. Claro na cor lembrava um Rosé da Provence. Com bastante frescor, o vinho traz frutas tropicais nos aromas, presença marcante de morangos e framboesas e notas florais. A boca é seco, fresco, agradável e com acidez deliciosa, que o convida para mais uma taça. Bom para os dias quentes. SP: (11) 3051-6124 ou www.vinicolaaurora.com.br


 


Ainda falando de Rosé descobrimos um Chileno Montes Cherub do produtor Viña Montes da importadora Mistral. É um 100% Syrah bem fresco e aromático. No nariz há muitas frutas vermelhas, cassis e notas de melancia. No paladar é cremoso, com boa acidez, notas de morango e final longo. R$95,71 www.mistral.com.br



Por fim fechamos a festa da música com dois uruguaios que vem se destacando com muitos prêmios por sua qualidade superior. O produtor Bodega Garzón surpreendeu com o branco Sauvignon Blanc e com o Rosé de Pinot Noir (Importados pela World Wine).


Garzón Estate Sauvignon Blanc 2016


Da região de Maldonado, o vinho é fresco, frutado e com alta intensidade aromática. Frutas cítricas e mineralidade tornam o Sauvignon Blanc vibrante. No paladar é mineral, fresco e com boa acidez. É elegante e traz persistência final. Sem Erro. R$72,00. www.worldwine.com.br


Garzón Estate Pinot Noir Rosé 2017


O tom da cor lembra um Rosé da Provence. É delicado, aromático e saboroso ao paladar. Frutas vermelhas, notas florais e mineralidade fazem parte desse uruguaio. Na boca é fresco, corpo médio, boa acidez, leve tanicidade e notas destacadas de morangos e cerejas no final. Tem que provar! R$ 72,00 www.worldwine.com.br


Serviço: Vinílico
Acompanhe as próximas edições pelo Instagram: @vinilicosp ou no https://vinilico.net/


Fotos: Site Empratado