Goles

Malbec Day 2018: Evento argentino reúne bons rótulos para se chamar de seu


Postada em 25/04/2018 às 11:26
Por Glaucia Balbachan



O malbec argentino se tornou um caso de amor, já há um tempo entre os brasileiros. De origem francesa da região de Cahors e presente também em Bordeaux, a uva malbec se deu muito bem no terroir da Argentina. Hoje é a casta mais cultivada em Mendoza. Com características marcantes, os malbec argentinos são bem frutados, macios, com bom corpo, taninos aveludados e podem ser consumidos jovens.




Este ano, o espaço escolhido em SP para sediar a festa do Dia da malbec foi na Casa Trâffo na Vila Olimpia. Festa, que já existe desde 2011 no mundo e em SP é comemorado desde 2012 sob a supervisão do responsável pelos vinhos argentinos no Brasil Deco Rossi.


Entre boa música e gastronomia, a edição 2018 do malbec Day pôde apresentar boas surpresas em diversos estilos como o malbec que passa por barricas de Bourbon – Los Intocables da Finca Las Moras importado pela Decanter.


Aos que preferem malbec mais leves, o Sylvestra da Familia Bressia é um vinho redondo, fácil de gostar e de beber. Muita intensidade no sabor. Importado por www.wine-co.com.br .




Outros quatro rótulos que chamaram atenção pelo trabalho minucioso e elegante foram: Bodega Lagarde (Importador Devinum), Susana Balbo (Cantu Importadora), Nieto Senetiner (Casa Flora) e o marcante Rutini (Zahil). É a mesma uva e vinhos vibrantes e de caráter distintos no paladar e aromas. Não são muito baratos, costumam custar entre R$100,00 e R$300,00 – mas vale cada gota.




 Serviço: malbec World Day 2018 – Brasil/SP


Promovido por Wofa – Wines of Argentina


www.winesofargentina.org


Fotos: Site Empratado