Goles

Adriano Miolo lança linha Single Vineyard e apresenta avant-première da safra 2018.


Postada em 12/09/2018 às 12:19
Por Glaucia Balbachan


wine 2016!/mi-1.jpg" alt="" width="530" />


Quando se fala na marca brasileira Miolo, sempre é gerada uma grande expectativa – há um consenso comum. E presenciar Adriano Miolo dizer que a safra 2018 foi a melhor de todos os tempos, traz segurança e motivo para celebrar. 


wine 2016!/mi-2.jpg" alt="" width="530" />


“Para nós, a safra de 2018 é um marco para a história da Miolo. É a melhor safra de todos os tempo para a vinícola”, conta o enólogo.
Sim, as noticias são boas – colheita e safra fantástica. Inverno ameno, primavera amena e úmida e verão sem chuva. “Os projetos também vão bem”, comenta Adriano em relação ao trabalho e estudos de solo dos quatro cantos do país.


Há argila e areia nos solos da Miolo. E o Vale do São Francisco é um investimento com riqueza de solo impressionante, conta o enólogo e proprietário da vinícola. “Solo extremamente pobre é possível fazer muita coisa boa e diferente”, finaliza proprietário.


wine 2016!/mi-3.jpg" alt="" width="530" />


Enquanto Adriano apresentada com detalhes sobre o trabalho feito pelo Grupo Miolo nas quatro regiões de produção nacional ( Bento Gonçalves (RS), Candiota – Campanha Meridional (RS), Santana do Livramento(RS) e Casa Nova (BA), eram servidos as amostras de barrica dos rótulos – Lote 43 Safra 2018 (DOVV – corte de Merlot e Cabernet Sauvignon), Vinhas Velhas Safra 2018 (100% Tannat) e o Sesmarias Safra 2018 que foi o favorito para nós. Limitadíssimo, trata-se de um blend de Cabernet Sauvignon, Merlot, Tempranillo, Petit Verdot , Tannat e Touriga Nacional – ainda não está pronto e está espetacular.


wine 2016!/mi-4.jpg" alt="" width="530" />


O Miolo reserva Sauvignon Blanc 2018 (Colheita Noturna), foi servido antes do lançamento e pôde surpreender na intensidade aromática de frutas cítricas com leve nota vegetal e acidez adorável. No paladar grape fruit e vontade de tomar mais uma taça. Jovem e perfeito.


Já o quarteto Miolo Single Vineyard traz variedades portuguesas como a Touriga Nacional Safra 2018. É um típico Touriga Nacional fora de Portugal. Ameixa, amora, mirtilo e toque floral fazem presença persistente nos aromas. No paladar equilíbrio, taninos maduros, estrutura, untuosidade e agradável final. Impressionantemente bom.


wine 2016!/mi-5.jpg" alt="" width="530" />


wine 2016!/mi-6.jpg" alt="" width="530" />


O Miolo Single Vineyard Riesling Johannisberg 2018 tem suas vinhas concentradas na Campanha Central. Fresco traz notas de frutas brancas e algo leve floral. No paladar é agradável e redondo com persistência equilibrada.


Em seguida o Single Wineyard Pinot Noir da região da Campanha Meridional, onde nos surpreendeu na delicadeza. Traz frutado e suavidade no nariz. Na boca é sutil envolvendo morangos frescos, acidez na medida certa e taninos em perfeita parcimônia - final com gosto de fruta na boca. Muito bom trabalho.


wine 2016!/mi-7.jpg" alt="" width="530" />


wine 2016!/mi-8.jpg" alt="" width="530" />


Por fim, o Miolo Wineyard Syrah da região nordeste (Vale do São Francisco). Sim, traz curiosidade pelo desfecho da obra. Fruta vermelha madura, pimenta preta e leve tostado são notados nos aromas. É quente na boca, baixa acidez, médio corpo e taninos persistentes. É bom encontra desafios como esses no Brasil.


A linha Miolo Single Wineyard já está disponível no mercado custando menos de R$70,00. Além de boas opções de escolha, os preços são interessantes. Dá-lhe Brasil!


 


Serviço: Lançamento Miolo 2018 SP


www.miolo.com.br


https://loja.miolo.com.br/


Fotos: Site Empratado