Cardapios

Chef Hamilton Mellão da Trattoria Mello & Mellão coloca a Máfia à mesa em menu inusitado até 15/11


Postada em 14/10/2013 às 15:40
Por Glaucia Balbachan


Festival Comidas da Máfia!


Trata-se de um menu especial e pitoresco que com ineditismo traz alguns dos mafiosos italianos que fizeram a história, tendo os pratos do cardápio batizados com seus nomes. Apaixonado por cinema e gastronomia o Chef Mellão resgata a pratos e drinks apetitosos do início do século XX e faz homenagem aos glutões que não somente matavam, mas também sabiam passar o tempo apreciando a boa gastronomia. O Festival de Comidas da Máfia entra na programação da casa no dia 15 de outubro e fica até 15 de novembro.

 










Spaghetti com meatballs do Festival de Comidas da Máfia

 

Para iniciar a recepção - dois drinks clássicos da coquetelaria– Gibson e Negrone. Como entradas as sugestões são: Frittata de aspargo ou Salada de Baccalà, que traz à tona a história de Frank “Cadillac” Salamme - Consegliere da família Tommaso, Frank era um verdadeiro gourmet. Dizem que só chorou duas vezes na vida: quando perdeu sua mãe e quando um peru trufado voou pela janela numa discussão mais acalorada com sua amante. Pediu para ser enterrado com uma seleção criteriosa de salames, presuntos e vinhos da sua adega.

 










Salada de Baccalà

 

Como primeiro prato são oferecidos: O Penne alla vodka, que apresenta Salvatore Catalanotte “Sam Sings in the Night" - Salvatore, mafioso temido, tentou por anos a carreira de cantor apesar dos colegas dizerem que sua voz era semelhante à do Pato Donald afônico. Morreu muito moço no final dos anos 50, para felicidade dos seus colegas que não precisavam mais ouvi-lo cantar. E o Spaghetti com meatballs, que conta a história de Sonny “Bear” Bonpensiero - Bonpensiero foi um dos matadores mais impiedosos dos anos 30. Era enorme 1,96m e 210 kg. Morreu de morte natural aos 82 anos, abraçado com seu ursinho na cama de sua casa.  

Já o segundo prato conta com as opções ítalo-americanas de: Lula recheada com camarões, Bracciole di maiale e Pollo ala diavola na escolta de John “Carciofi” Tartamella. John era um esteta, nunca usou revólver em sua vida, resolvia a questão com a sua potente esquerda acompanhada de uma sequencia simultânea de uppers de direita. Não parava até que a cara do algoz ficasse rigorosamente idêntica a uma alcachofra, daí o seu codinome. Tinha o capricho de tirar fotos do estrago feito nos seus oponentes, e, em 1998, o MOMA dedicou uma exposição aos seus “caras de alcachofra”. Trinta anos depois de morto Tartamella foi, enfim, reconhecido como um artista. Para finalizar o banquete mafioso o clássico Cannoli alla siciliana e a Sflogliatella.

 

Serviço: Mello & Mellão Trattoria – (Festival de Comidas da Máfia de 15/10 até 15/11)

End: Rua Pais de Araújo, 184 - Itaim Bibi/SP

Tel. (11) 3078-0812

www.mellomellao.com.br

Fotos: Divulgação