Cardapios

O Franco-italiano Bravo Bistrô apresenta hegemonia gastronômica recheadas de texturas e contrastes de sabor


Postada em 12/04/2013 às 23:14
Por Glaucia Balbachan


Piu Bello!


 

Com uma pegada intimista e acolhedora, o Bravo Bistrô vai para o seu sétimo mês de existência com fila na porta para o jantar. Com a charmosa fachada em vermelho e amarelo a casa que soube harmonizar saborosamente as duas cozinhas, que sempre tiveram rixa (italiana e francesa), já chama atenção de clientes de outras regiões de São Paulo.

 










O Camembert a La Chef Vitor Pires

 

Para montar a casa, foram feitas pesquisas no bairro tradicional da Mooca. No entanto, o Chef Vitor Pires e seu sócio Eduardo Jorge notaram que não havia nenhum bistrô nos arredores, então resolveram dar o chute inicial. “O bairro da Mooca vem crescendo muito, principalmente em relação a prédios e condomínios. Quanto aos moradores, os mooquenses são exigentes com a gastronomia, então, desenvolvemos uma cozinha especializada para o bairro. Pensamos numa casa pequena com poucos lugares e atendimento mais focado”, conta o chef Vitor Pires.

 

De família italiana e com especialização em gastronomia francesa, o jovem Chef precisou adaptar um pouco o cardápio aumentando as porções dos pratos, trazendo assim, a fartura da culinária do país da bota com a fusão da técnica francesa. As receitas são rústicas e bem servidas com a apresentação contemporânea do chef.

 










O apetitoso Lombes Porcino do Bravo Bistrô

 

Vitor começou cedo, aos 15 anos já lavava os pratos da cozinha do hotel Mercure, mas sempre observou os cozinheiros das praças, onde aos poucos foi mudando de setor conhecendo a confeitaria, garde mager, molhos etc.. Um dia faltaram cozinheiros num evento do hotel e Vitor preparou com a supervisão do chef mais de 50 pratos naquele dia. Depois disso, não conseguiu sair mais da cozinha. Em seguida, fez faculdade de gastronomia e passou pelos locais: Mercure, La Dolce Vita, Gallery e algumas consultorias, mas Vitor adiantou que a loucura da cozinha fazia falta, então, a abertura do bistrô era inevitável. 

Com paladar aguçado e olhos atentos, o chef Vitor conta como foi o processo de criação para resultar no menu atual. “Já estamos no terceiro cardápio. Não dá pra inventar, gosto de receitas tradicionais, gosto de trabalhar com produtos simples, mas uma parte do processo vem do feeling, outra parte vem de viagens para Europa, pesquisa das duas cozinhas, escolha de produtos e apresentação”, menciona Pires.

 










A supersaborosa Banane Caramellato

 

O sobrado aconchegante é dividido em três ambientes distintos, sendo duas salas no andar inferior com mesas de madeira de demolição e  um balcão ao fundo com iluminação natural, que dá visão para a brigada trabalhando na cozinha. A casa comporta 30 pessoas, mas em agosto o bistrô ganha mais um ambiente - A Sala Premium no andar superior para oito pessoas, onde será necessário reserva. O perfil de público do bistrô é variado. Durante a semana no almoço quem ocupa as mesas da casa são os “engravatados”, por conta da região comercial, já no jantar é comum encontrar grupo de amigos e casais. Nos finais de semana ficam por conta das famílias com filhos.

 










Parte da decoração da casa franco-italiana

 

Quanto ao cardápio, voilà! É enxuto, direto e com personalidade. Começamos com uma entrada generosa no paladar - Camembert a La Chef Vitor Pires - R$33,90. Camembert envelopado na massa folhada, acompanhado de mix de cogumelos, amêndoas, salsinha fresca, puxada no vinho branco, maças carameladas e geleia de vinho malbec sobre o queijo. A entrada bem executada, ganha sabor, cor, altura e contraste de texturas entre crocância da massa folhada e maciez do queijo. A geléia de vinho estava  no ponto certo e as maçãs  harmonizaram todos os engredienes do prato com toque agridoce - Serve bem duas pessoas. Em seguida, nos chegou à mesa o principal - Lombes Porcino - R$38,00. Lombo suíno marinado no vinho rose, empanado na farinha artesanal do Bravo na crosta de ervas de provance com toque de pimenta calabresa acompanhado de purê de abobora, chips de couve e redução de acetato balsâmico. De apresentação impecável, o prato apetitoso é colorido e aromático. O purê é delicado e leve no paladar, a carne de porco equilibrada nos temperos e a couve crocante foi um elemento inusitado na composição. E de sobremesa, finalizamos com a Banane Caramellato - R$15,50. Banana caramelizada com sorvete de iogurte. O chef da casa brinca com as temperaturas dos ingredientes do prato, que nos faz comer com os olhos e mastigar bem devagar. O sorvete suaviza e permeia o açúcar natural da banana que chegou quentinha e o espesso  molho de frutas vermelhas é saboroso e persistente no sabor. Puro deleite!

 

Cozinha sensorial recheada de personalidade, sabor, identidade e cuidado. Voltaremos!

 

 

 

Serviço: Bravo Bistrô

 

Rua dos Campineiros, 501 - Mooca/ SP

 

Tel: (11) 4306-8560

 

www.bravobistro.com.br

 

Fotos: Márcio Palermo - www.marciopalermo.com.br