Cardapios

Veríssimo Bar traz novidade espanhola com balcão de tapas e drinks para acompanhar


Postada em 13/04/2013 às 13:02
Por Glaucia Balbachan



Entre tapas e sangrias!


 

A partir de uma idéia somada a literatura, música, comida e bebida de boteco, o Veríssimo bar foi tomando forma. Louvável o tema da casa em homenagear o escritor Luiz Fernando Veríssimo como principal característica voltada para os elementos atrativos da casa, que com cinco de vida tem público cativo diariamente.

 










Tartar de peixe branco

 

Atraente aos olhos, não há telões no salão principal, apenas no subsolo - local destinado para reuniões e festas mais privativas. A proposta é fazer com que o cliente não fique no celular. De qualquer ponto, onde o cliente for sentar há informações pelas paredes como caricaturas, frases, charges e parte do cardápio - incluindo um piano como objeto de decoração. A idéia é que você chegue ao local e se sociabilize deixando o celular de lado. “As pessoas precisam interagir, se sociabilizar e com o celular a coisa vira um caos. Com a mesma temática, nos Estados Unidos – um bar dava desconto, caso o cliente desligasse o celular para prestar atenção no que bebia e comia.”, abre o chef de cozinha e proprietário da casa Marcos Livi.

 










Trouxinha de jámon serrano

 

 Com leve sotaque gaúcho, embora vivendo em São Paulo mais de 20 anos, o chef Marcos Livi conta que precisava da assinatura do escritor Luiz Fernando Veríssimo para fazer a logomarca da casa, no entanto não sabia que o próprio Véríssimo faria o logo para a casa de Livi. “Só o conheci no dia da inauguração. Foi um dia bastante especial. A energia dele batizou a casa”, explica o idealizador do bar. O Conceito é de um bar para se comer e não de um restaurante para se beber. E a escolha por um bar partiu da informalidade e simplicidade. Durante esse período de cinco anos o cardápio foi se adaptando junto com o perfil dos clientes. Com isso, Livi passou uma temporada na Espanha trazendo gastronomia de boteco européia com tapas de fazer qualquer um salivar. O balcão fica logo na entrada e te permite escolher o que quiser. A pegada espanhola na casa está há poucos meses e já é possível sentir os resultados positivos. A casa tem uma carta de drinks espanhóis que harmoniza bem com as tapas diversas que mudam semanalmente. Mas essa fase hispânica não para por aí, até então, segundo o chef da casa a cozinha de tapas tem sete fase e só estamos na primeira, portanto coisa boa está por vir.

 










Ravioli Zaragoza

 

 Cada prato escolhido chega à mesa paramentado em estrutura de metal valorizando bolinhos e petiscos. Entradinhas e conservas chegam acomodadas em latinhas de sardinha. E parece mesmo que aquelas conservas dos antigos botecos vão voltar com força total. Até os famosos ovos coloridas possivelmente chegarão em forma criativa no gastrobar. O público do local é democrático e variado. Começa com os executivos da Berrini no horário do almoço e termina com pessoas na faixa de 30 a 50 anos. Certamente não é um bar de paquera e sim, um bar para amigos. Experiências gastronômicas na casa são sentidas mesmo quando o produto não é o foco proposto, como um café.

 










Os irresitíveis pintxos

 

Já no quesito bebidas a carta é recheada de produtos importados. Muitos dos drinks coloridos e aromáticos foram desenvolvidos para acompanhar a gastronomia hispânica. O gim permite fusão perfumada com as frutas. Já o gim tônica chega ser um ritual para o espanhol.

Envolvido com a gastronomia por conta de sua formação em hotelaria em Canela/ RS, Marcos Livi nasceu e criou-se na Serra Gaúcha e não tinha vivenciado a culinária a fundo, mas se destacou na faculdade quando apresentou sua cozinha gaúcha no trabalho final, lhe garantindo emprego em SP em casas de show como Tom Brasil e Via Funchal, onde ainda atua como chef de cozinha.

 

Tapear e papear

 

Com o Veríssimo aberto desde então, Livi descobriu o DNA de seu bar. “Boa comida, boa bebida e local agradável não é mais um diferencial em um boteco. A cultura é o conteúdo e o principal objetivo do nosso bar e projetos de gastronomia sempre estarão agregados de música e poesia aqui”, menciona o chef e cozinheiro de boteco.

 










A sangria clássica do Veríssimo

 

O chef gaúcho define sua casa hoje, como uma paixão que virou amor incondicional e se intitula como cozinheiro de comida de bar, embora sua escola tenha sido a cozinha de banquete, onde seu conhecimento e experiência tornaram-se polivalente para sua carreira. Profissional de repertório gastro histórico, Marcos Livi diz que o bar brasileiro absorveu muita influência de bares portugueses e espanhóis e que produtos como azeitona desconstruída feitas com hidrogênio serão bem vindas na casa, porque a azeitona é histórica no contexto do bar.

O cardápio de tapas do Veríssimo é generoso no tamanho das porções e democrático. Comece com o apetitoso tartar de peixe branco, tomate ralado, purê de batata, ovos picados e ovas de capellini negro no topo – gengibre desfiado vem acompanhando R$12,00. Em seguida, explore os jamóns da casa e peça pela trouxinha supersaborosa de jamón serrano com amêndoas, mel sobre lâmina de batatas – R$12,00. Outras tapas que chamaram atenção foram os figos frescos recheados com queijo gorgonzola, amêndoas laminadas e chocolate – R$ 10,00 e o colorido e equilibrado no sabor Raviole Zaragoza – raviole de abobrinha com recheio de queijo manchego, cebolinha, ovo de codorna e botarga – criativa combinação de texturas no paladar – R$ 12,00. Não deixe de provar os pintxos espanhóis – um mais colorido e atraente que o outro – vegetais, frutos do mar e carnes compõem o petisco inusitado (O pintxo de polvo  com batata é de comer rezando). Por fim, finalize com o ovo mollet – crocânia, maciez e sabor no único prato – R$ 18,00

 










O Caliente Pineapple Ten

 

Já o menu de bebidas do local não fica muito atrás. Caipirinhas de primeira e temperos dão toque no paladar e aroma. Dê início com o drink mais leve e refrescante do bar – a sangria clássica. Servida em taça ou jarrinha a bebida espanhola é composta de tinto cabernet, rodelas de laranja e limão, maçã, gengibre e açúcar – tudo bem equilibrado e perfumado – R$ 28,00. Outro clássico é a pomada – servido em copo longo com gim e refresco de limão, bem conhecido dos espanhóis – R$18,00. Perfeito para as noites quentes o pineapple ten é a fusão de Gin Tanqueray ten, água tônica, casca de abacaxi, gengibre e hortelã – aromático por conta da casca do abacaxi e da hortelã é um drink imponente e caliente – R$33,00. Não deixe a casa sem antes provar uma das várias caipirinhas do Veríssimo – fechamos com a Zoeira - caipirinha de vodka, tangerina e limão siciliano – tradução para o drink: intenso e persistente no sabor – R$ 18,00.

 

Bar com cultura, notável autoria em comida esmerada, bebida de primeira e preços que não machucam no bolso. Visita obrigatória!

 

Serviço: Veríssimo Bar

End: Rua Flórida, 1488 – Brooklin/SP

Tel: (11) 5506-6748

www.verissimobar.com.br

Fotos: Márcio Palermo – www.marciopalermo.com.br