Cardapios

La Maison est Tombée apresenta cozinha francesa de bar com pitada brasileira


Postada em 09/06/2013 às 16:50
Por Glaucia Balbachan


Elegance desavec Décadence!


Dos mesmos donos do Vaca Véia, nasce o La Maison est Tombée. Bar gastronômico descolado do Itaim, que completa sete meses de existência. Com nova proposta, conquistou habitués durante o dia e noite. O nome da casa partiu de uma brincadeira entre os sócios, que na tradução significa “A casa caiu”.


Com o projeto em andamento, o Chef Thiago Cerqueira (ex- Casinha de Monet), entrou para comandar a cozinha. “Depois do Casinha de Monet, vieram projetos e eventos gastronômicos, mas já estava sentindo falta da adrenalina da cozinha e da confusão gostosa do restaurante, que me faz bem”, conta o Chef Thiago do La Maison.

 










O famoso Pão de queijo com ragu de pernil

 

Com experiência em cozinha clássica francesa, Cerqueira precisou fazer pesquisa e estudo dentro de uma proposta francesa para bar. O desafio foi passar do tradicional clássico, seguindo para pratos informais franceses.

O conceito do La Maison est Tombée é de um bar como uma brasserie, onde se come e bebe bem. A cozinha, além da francesa recebe um pouco de influência brasileira, em especial mineira. “Costumo brincar que a cozinha do La Maison é franco-mineira”, menciona o Chef da casa.

O bar fica numa esquina charmosa da Jerônimo da Veiga, bem no burburinho da rota gastronômica do Itaim. O La Maison é dividido entre salão com janelas envidraçadas e terraço elegante ao ar livre na entrada. A decoração é composta por azulejos brancos, quadrinhos, retrados, um balcão longo com um bar iluminado com garrafas e uma mesa de snooker ao fundo. O público durante o dia é de executivos, por conta da região empresarial e à noite, adultos de 30 a 50 anos.

 










A novidade do bar francês: Coxa-creme de rã com massa de wasabi e molho teriyaki

 

O menu bilíngue é enxuto e descomplicado. As criações desenvolvidas pelo Chef Thiago é a fusão de ingredientes gastronômicos franceses em apresentação de pratos de bar. Citado na carta como “pour belisquer”, são petiscos saborosos dentro da informalidade proposta.

 










Le gros gâteau com frutas vermelhas e sorvete de baunilha

 

Envolvido há oito anos com a gastronomia, Thiago Cerqueira atinge boa fase de inspiração e propõem algumas novidades autorais, que não passam despercebidas pelos olhos e paladar. Entre elas o carro-chefe da casa: Pain au fromage avec ragoût de jambon – Pão de queijo com ragu de pernil. De receita de família, é uma das coisas que fazem parte da vida de Thiago. A porção de quatro unidades é bem recheada. O pão de queijo é supersaboroso e o molho leve de ragu se acomoda suculento como num sanduiche. R$31,80. Em seguida, nos chegou à mesa a novidade, que retrata bem o que a casa propõe – Coxa-creme de rã á milanesa com massa de wasabi, (acompanha molho teriyaki). A criação é um contraste de sabores interessantes. A coxinha crocante tem a massa leve e equilibrada no wasabi para não camuflar o paladar delicado da rã. O molho oriental agridoce só agrega mais sabor. São quatro unidade servidas numa cassarolinha – R$33,00 – Sem erro!

Ainda em pesquisa, o Chef do La Maison criou uma blinis de ova de rã em sour cream e limão. E por fim, para adoçar a semana mais romântica do ano, o Le Gros Gâteau com frutas vermelhas e sorvete de baunilha. Três produtos que fazem fusão sublime na sobremesa equilibrada. Grande no tamanho e sabor é perfeita para compartilhar a dois. R$14,50. 

Cozinha autoral, atmosfera charmosa, pratos criativos, serviço acolhedor, atendimento cordial e  simpliscidade. 

 

Serviço: La Maison est Tombée

Rua Jerônimo Da Veiga, 358 – Itaim Bibi/SP

Tel: (11) 3071-2926

www.maisontombe.com.br

Fotos: Helena Gama – www.saboresdecanela.com