Goles

Caravana dos Vinhos do Tejo: Evento aproxima ainda mais seus vinhos dos brasileiros


Postada em 17/04/2017 às 01:21
Por Glaucia Balbachan



A cada ano que passa os vinhos portugueses da região do Tejo surpreendem consumidores brasileiros, por conta de sua qualidade superlativa. A Caravana dos Vinhos do Tejo a frente trouxe um evento impecavelmente organizado com Masterclass regida pelo sommelier e expert Diego Arrebola e feira com a presença de 10 produtores expondo novidades e safras novas.


Adega do Cartaxo, Casal da Coelheira, Enoport United Wines, Fiuza & Bright, Casal Branco, Quinta da Alorna, Casal do Conde, Casal Monteiro, Agro Batoreu e Quinta da Ribeirinha fizeram o time de vinícolas no tasting que foi realizado no Clube Paulistano em SP.


Foram 100 rótulos na presença de mais de 500 visitantes no evento, onde o vinho do Tejo foi protagonista com bons rótulos que pudemos conhecer na Masterclass em primeira mão.


Babu Branco - Safra 2016


Foto: Jane Prado


Do produtor Fiuza & Bright, o Babu é um corte de Chardonnay e Arinto. Super gostoso e sem importador por enquanto é fresco e com aromas de pêssego, tangerina e cítricos – há notas florais. Na boca tem persistência, acidez equilibrada, leve dulçor e vontade de tomar mais uma taça. Lá no Tejo custa 2 euros. www.fiuzabrightpt.com


Casal do Conde – safra 2016


Foto: Jane Prado


Delicioso é a cara do brasileiro. Frutado, leve, com notas cítricas e com acidez de fazer salivar. O Alvarinho é uma variedade que agrada a muitos. Com alta intensidade aromática traz capim cidreira e casca de limão e laranja. Traz boa complexidade e na boca bom equilíbrio, fruta branca como abacaxi e pera com fim longo e destacado. vinho do dia-a-dia sem erro. Valor sugerido R$ 97,90 – Importadora – www.cepasagrada.com.br


Foto: Jane Prado


O terceiro Branco do flight foi do produtor Casal da Coelheira. É um reserva safra 2015 com as castas Chardonnay e Arinto. Com passagem por madeira e batonnage o branco traz untuosidade, boa acidez, baunilha, pêssego, frescor, dulçor e notas de caramelo. Na boca é ótimo – intenso, saboroso e com final persistente. (Sem importador). Valor sugerido: R$ 104,92 – www.casaldacoelheira.pt


No flight dos Tintos dois rótulos chamaram muito atenção: Vale de Lobos da Quinta da Ribeirinha (sem importador) e Bridão da adega Cooperativa do Cartaxo.


Vale de Lobos – safra 2013



É um corte de Alicante bouschet, Syrah e Touriga Nacional. O vinho é intenso, frutas negras, notas de violeta e muita elegância na taça. Equilibrado é um vinho vibrante. Na boca traz taninos bem trabalhados, frutas negras como amoras e final intenso. Bem bom, preço sugerido: R$ 70,00 – www.quintadaribeirinha.com


Foto: Jane Prado


Por fim fechamos o tasting com o Bridão da adega Cooperativa do Cartaxo. Com uma coleção de prêmios é um corte de Touriga Nacional e Alicante Bouschet. Com passagem de 6 meses de carvalho nacional, francês e americano, o vinho traz complexidade e notas redondas no paladar. Há frutas vermelhas (amoras destacadas), frescor, fruta em compota, chocolate e tostados. Na boca é uma delícia com boa estrutura, taninos macios e doces. Fim longo e persistente. Valor sugerido: R$ 95,00 – www.malbecdobrasil.com


 


 Serviço: Caravana dos Vinhos do Tejo – Edição 2017


Wine Senses Brasil


Tel: (11) 3253-6693 / 3253-6692


E-mail: [email protected]


www.winesenses.com.br


www.caravanadosvinhosdotejo.com.br