Velho Mundo Goles

Especial Lisboa: Casal Sta. Maria


Postada em 05/12/2023 às 01:16
Por Glaucia Balbachan


Falar de vinho português sempre gera uma expectativa – um consenso comum em relação a qualidade. Uma autoridade no quesito produção de vinho, Portugal oferece contrastes e texturas no paladar que somam exuberância, supremacia, tradição, tecnologia, cuidado, microclimas e um terroir superestimado.

Certamente um achado de 2023, foi a Quinta Casal Sta. Maria. Dona de uma história e de vinhos marcantes, que estiveram presentes na Prowine SP, aqui no Brasil.
A propriedade fica localizada em Colares, Sintra (Lisboa). No que se refere a vinhos lisboetas, é notável que a marca Casal Sta. Maria seja uma vinícola com valores, mãos virtuosas e terroir particular para produção de vinhos inspiradores.

Sobre o elegante e discreto domínio de Colares

Diminuta e prodigiosa, a vinícola portuguesa Casal Sta. Maria traz resultados exclusivamente do terroir abençoada que tem. As castas cultivadas no local se adaptaram bem com o clima costeiro trazendo boas surpresas na taça.

As uvas plantadas estão divididas em portuguesas e francesas como: Merlot, Touriga Nacional, Pinot Noir e Ramisno (variedades específica de Colares). Castas brancas são: Chardonnay, Riesling, Savignon Blanc, Malvasia e Alvarino. Alguns rótulos que não passam despercebidos são o rosé Mar de Rosas e o inusitado Pinot Noir costeiro.

A estrutura da adega é pequena e bastante precisa. O Diretor comercial da marca, Rui Guterres Parracho acredita que o Brasil terá boa aceitação dos estilos de vinho de Colares. “Os vinhos da vinícola Casal Sta. Maria estão presentes em 14 países, e acredito que o Brasil é um mercado interessante, interessado e conhecedor nesse assunto”, conta Parracho.

Normalmente a venda première acontece por meio do enoturismo dentro da vinícola. Visitantes brasileiros, canadenses, norte americanos, japoneses e países do norte da Europa adquiram os rótulos da quinta, quando conhecem a propriedade, que traz infraestrutura para ciceronear os turistas.

Uma história de amor

Fundada desde 1755, a propriedade em Colares, na encosta da serra de Sintra foi comprada em 1962 pelo Barão Bodo Von Bruemmer. Por conta do clima, o barão chegou em Portugal por recomendação médica e lá se apaixonou e comprou a vinícola Casal Sta. Maria.

Como era criador de cavalos árabes, nunca passou pela cabeça em fazer vinho, nem tão pouco cultivar uvas. Elegante, foi casado e desse casamento teve uma filha e dessa filha teve um neto, que mais tarde assumiu a vinícola.

Tempos depois, a história ganhou um cenário mais romântico e o Barão Bodo Von Bruemmer casou-se novamente com a portuguesa senhora Maria do Rosário, por quem tinha uma paixão avassaladora, onde mais tarde veio a falecer, e o barão quis prestar uma homenagem plantado 5 mil rosas na propriedade. Hoje essas rosas somam 3 mil roseiras voltadas para o Oceano Atlântico. Essa plantação de rosas deu origem ao primeiro rosé da vinícola - O rótulo  3 Mil Rosas.

No início dos anos 2000, o barão voltou para Suíça para ser hospitalizado e depois do tratamento voltou à Sintra para plantar um vinhedo novo. Três anos depois, aos 95 anos engarrafou seu vinho com a menção “It’s never too late” (na tradução: nunca é tarde demais).

O barão faleceu aos 106 anos e seu neto Nicholas Von Bruemmer assumiu a vinícola reforçando sua história e vinhos irretocáveis.


Serviço: Casal Sta. Maria

www.casalstamaria.pt

Instagram: @casal.sta.maria

Fotos: Divulgação