Cardapios

A boulangerie e a patesserie do Le vin trazem a delicadeza e arte gastronômica da França nos Jardins


Postada em 07/04/2013 às 18:02
Por Glaucia Balbachan











Fachada da Le vin Boulangerie

O primeiro bistrô Le vin nasceu na Alameda Tietê nos jardins, há nove anos. Hoje essa marca conta com três casas em São Paulo e uma no Rio de Janeiro. Em seguida vieram no mesmo endereço a padaria e a confeitaria, que já é uma grife de gastronomia francesa do Le vin. A inauguração da patesserie aconteceu em 2003 e a abertura da boulangerie foi em meados de 2008, para a venda dos pães e doces. O bistrô e a patesserie ficam uma ao lado da outra e a boulangerie, bem em frente a elas. Para quem conhece a Europa, a boulangerie do Le vin é uma daquelas padarias autênticas do sul da França – pequena e recheada de produtos, logo na entrada é possível encontrar balas de marzipan sobre uma vitrine que é um verdadeiro deleite para os olhos e paladar. São feitas todas as linhas de pães entre eles: baguetes, ciabattas, brioches, viennoises, pão integral, croissants, torradas, pão carta e o pão bola que é feito para o abastecimento do couvert do bistrô, além de contar com 40 itens saborosos e perfumados da panificação.











Popurri de pães artesanais

O conceito do espaço é o que se segue desde a inauguração – o artesanal. É a busca da melhor matéria-prima, de bons produtos feitos um a um, manualmente.


Tudo é bem francês na boulangerie, mas às vezes entram mousses com toques “abrasileirados” como maracujá e cupuaçu. Mas 90% dos produtos são de linhagem francesa – não da linha clássica, porque o trabalho é voltado para uma gastronomia mais contemporânea com uma apresentação colorida e compostas de formas assimétricas. Já o perfil do público que vai à padaria é bem mesclado – jovens, homens e mulheres entram no local em busca de novidade, pães mais estilizados e novos sabores, mas a presença predominante é a feminina, que se encanta com os doces.

 










Confeitaria esmerada

Movido pela paixão o chef patessier Paulo König, sempre trabalhou na área de confeitaria. “Comecei no Le vin, logo que me formei e sempre fiquei na área de patesserie. É bom trabalhar com a beleza, com o sabor e ter a oportunidade de estar em contato com o público”, conta o chef Paulo. Ficou no Le vin  por dois anos no início e depois foi para o Hotel Emiliano e logo partiu para Europa onde trabalhou em hotéis e restaurantes por seis anos. Sempre entre os doces, passou pelo sul da França, Mônaco, Barcelona e Londres adquirindo bagagem refinada para sua carreira. De volta ao Brasil retornou ao Le vin e hoje comanda a boulangerie com olhos atentos aos detalhes de cada produto desenvolvido.

No processo de criação, König lembra que fazer reciclagem é bom e faz parte do trabalho. “Participamos de feiras, congressos, workshops e cursos de chocolate. A minha equipe sempre está em sintonia com o que acontece no mercado. Eles também me trazem idéias, não somente eu. Eles precisam de mim e eu deles. Não há mais militarismo na cozinha – claro que em alguns lugares possa ter, mas na minha cozinha é desnecessário”, completa o especialista em confeitaria.

Um diferencial são os coloridos macarrons, que antes eram feitos com creme de manteiga, bem a moda clássica. Hoje são feitos com a ganache – creme versátil de chocolate de origem francesa. Segundo o chef Paulo é possível agregar diversos sabores na ganache. Na Europa ainda é fácil de encontrar nos macarrons creme de manteiga e geléias, como por exemplo – um macarron de framboesa com geléia da mesma fruta. No Le vin encontram-se os sabores de café, pistache, rosas, coco, framboesa, limão siciliano, chocolate, laranja entre outros.

 










Os irresistíveis macarrons do Le vin

Além do espaço intimista e aconchegante da patesserie, com detalhes característicos franceses como charmosas mesas ao ar livre e toalhas xadrez compondo a decoração é possível degustar mousses clássicos como: Frisson, Rocher, Lolita e jardinière. Quanto à tartes que se destacam são: Citron, Sophia, grenoble, chocolat, limão siciliano, amêndoas e morango. (também disponível em versão individual). O espaço francês, além de doces e pães delicados, gateaux e macios brioches - também é servido um encantador café da manhã e chá da tarde. O serviço é rápido e o atendimento é descomplicado.

Nostálgico para quem já conhece as padarias francesas e um convite insintrico para quem ainda não foi. Só falta como cenário os canteiros de lavanda...

C’est superb!

 

 

Valores na boulangerie: Pães e doces a partir de R$ 3,50

Serviço: Le Vin Patesserie

Alameda Tietê, 184 – Jardins/SP

Tel: (11) 3081-3924

 

Le Vin Boulangerie

Alameda Tietê, 184 – Jardins/SP

Tel: (11) 3063-1094

http://www.levin.com.br/

 

Fotos: Márcio Palermo – (Estúdio Pavão)

Bruno Pavão – www.brunopavao.com.br

http://pavaophoto.wordpress.com/